Deserto
VOLTAR


Deserto   (Anderson Freire)

Pai, quero confessar as minhas fraquezas,
as limitações da minha fé,
é tão difícil permanecer aqui de pé.

Pai, é um mundo de falsos amigos,
o orgulho se tornou um vício,
o absurdo agora é normal,
valores se perderam com o tempo.

Pai, vem atravessar comigo esse deserto,
vem brotar amor nos corações de pedra,
fazer cair dos olhos as escamas.

Oh Pai, vem dar vida aos meus sonhos tão secretos,
vem alimentar minha alma, eu não quero
morrer e não viver as Tuas promessas.

 

 

FICHA TÉCNICA

Produzido  por: Rogério Magalhães
Arranjos: Rogério Magalhães
Vocal Coach: Quico
Mixagem: Jeimes Teixeira
Masterização: Betho Ieesus
Teclados: Jeimes Teixeira e Rogério Magalhães (Dependente)
Bateria: Renato Tegani
Contra-baixo: Wander e Jeimes Teixeira (Ebenézer)
Guitarras e violões: Rogério Magalhães
Cordas: Danilo Ferreira, Edson Silva e Júnior
Acordeão: Bolinha
Back-vocals: Janeh Magalhães, Sergio Filho, Eduardo Nykiba e Renata Cristina
Make Up: Vavá
Figurino: Ana Salgueirosa
Projeto gráfico: Conceituall
Fotografia: J.A. Sarquis

 

 

 

 

 

 

CLIQUE AQUI PARA OBTER A CIFRA